Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/04/21 às 14h27 - Atualizado em 20/04/21 às 14h59

Placas espalhadas pela cidade reforçam a importância da faixa de pedestre

COMPARTILHAR

 

No mês do aniversário da faixa, 14 peças alusivas ao tema estão distribuídas pelo DF

Brasília se consolidou como a capital da travessia segura. Neste mês de abril, em homenagem aos 24 anos da faixa de pedestres, comemorado no dia 1º, desde o início do mês 14 peças alusivas ao tema estão espalhadas pela cidade, para lembrar a todos, pedestres e motoristas, a importância de utilizar a travessia.

Ao todo, foram instalados sete front lights (painéis com luz de fundo), que estão dispostos na Estrada Parque Cabeça de Veado (DF-035), próximo ao Jardim Botânico – Lago Sul, três na Estrada Parque Contorno (DF-001), um no trecho do Pistão Norte, sentido Taguatinga Centro e dois no Pistão Sul, próximos à Universidade Católica de Brasília, na Estrada Parque Vale (DF-087), sentido Estrutural e duas na DF-290, uma no acesso ao Gama e outro próximo ao viaduto da BR-040, sentido Valparaíso.

Mais quatro totens foram instalados no Pontão do Lago Sul e três front leds (painéis frontais) foram distribuídos em outros pontos do DF.

Para a diretora de educação do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF), Jucianne Nogueira, responsável pela ação, esta é sempre uma iniciativa muito válida para a conscientização das pessoas sobre a importância da faixa.

“Aproximar-se de uma faixa de pedestre, fazer o sinal de vida, esperar a parada dos carros e, finalmente, atravessar a pista é uma conquista de todos os brasilienses. O DF é um dos poucos lugares que respeitam a faixa, mas essa consciência precisa ser mais ampla”, disse a diretora.

O enfermeiro Rômulo Cardoso, de 32 anos, passa todos os dias pela via do Jardim Botânico e elogiou a placa no alto da pista. “Ter placas como estas espalhadas pela cidade com certeza traz mais consciência a todos, para que respeitem e usem a faixa. Meus filhos já aprenderam: quando vão para a escola, só atravessam nela”, disse, satisfeito.