Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/09/15 às 14h37 - Atualizado em 7/11/18 às 16h44

Passageiro pode participar da reorganização de linhas de ônibus

COMPARTILHAR

Desde o início do ano, o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) reorganiza as linhas de ônibus em Brasília. Até agora, Águas Claras, Cruzeiro, Jardim Botânico, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II, Samambaia, São Sebastião e Sudoeste passaram pelo processo que busca melhorar o sistema, para que mais veículos possam atender a um mesmo itinerário. Os passageiros que perceberem algum problema na operação devem denunciar pelo telefone 162 ou pelo site da Ouvidoria-Geral do DF.

 

De acordo com o diretor-técnico do DFTrans, Marcio Antonio Ricardo de Jesus, uma equipe vai a campo para investigar possíveis irregularidades informadas pelos usuários. Ele ressalta ainda que, antes de qualquer mudança, servidores do DFTrans reúnem-se com técnicos das empresas de ônibus para avaliar cada situação. “Em São Sebastião, por exemplo, as linhas criadas foram demandas dos próprios moradores.”

As mudanças ainda causam dúvidas em alguns passageiros, uma vez que determinadas linhas foram integradas a outras já existentes. Como a novidade reduz o intervalo entre os ônibus, o horário em que os usuários costumavam pegá-los foi alterado. Tanto a hora em que o coletivo sai do terminal quanto os novos itinerários podem ser acompanhados pelo site do DFTrans.

O diretor explica que a medida segue especificações definidas na licitação que prevê a integração de todo o sistema de transporte público e a criação de um modelo chamado troncoalimentado, com linhas principais que recebam demandas de outras que circulam dentro de cada região. “Com isso, há redução de quilometragem rodada e aumento de passageiros atendidos.”

Tire suas dúvidas sobre a reorganização dos ônibus:

Como são definidas as linhas que serão integradas a outras já existentes?
O processo para reorganizar as linhas de ônibus baseia-se em um estudo prévio feito pela empresa responsável pelo itinerário. As informações são avaliadas pelo DFTrans, que só autoriza as mudanças se ficar claro que o passageiro será beneficiado. As linhas menos utilizadas são absorvidas por outras com mais demanda. Com isso, há aumento no número de veículos do itinerário mantido.

Outras regiões de Brasília devem passar pelo processo?
A expectativa é que todas as regiões administrativas passem. Os moradores de cada local serão avisados previamente sobre as mudanças.

Como o passageiro pode reclamar em caso de descumprimento do horário ou do itinerário do ônibus?
Segundo o DFTrans, é imprescindível que o usuário registre a denúncia. Ele deve ligar para o telefone 162 ou acessar o site www.ouvidoria.df.gov.br. Com base nas reclamações, uma equipe de fiscalização da Secretaria de Mobilidade irá ao local.

Fonte: Agência Brasília