Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/05/15 às 16h17 - Atualizado em 7/11/18 às 16h36

Operação emergencial para retomar o transporte público em áreas rurais

COMPARTILHAR

A partir de hoje, três linhas, com cinco ônibus no total, atenderão comunidades de Planaltina e do Paranoá

De acordo com a Secretaria de Mobilidade, a ação que colocou nas ruas essas três linhas de ônibus não é um convênio entre as partes.

Começam a circular hoje (20) três linhas de ônibus em áreas rurais de Planaltina e do Paranoá. A medida emergencial, que atenderá áreas críticas levantadas pelo governo, foi possível graças a uma ação conjunta envolvendo as Secretarias de Mobilidade e de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) e a Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB). O transporte rural não cobrará passagem até sábado e ainda não funcionará aos domingos. A partir de segunda-feira (25) será cobrado o valor de R$ 3.

Os coletivos operados pela TCB respeitarão o itinerário e o horário disponíveis no site do DFTrans. As antigas linhas que serviam a essa população foram abandonadas pelos permissionários.

Os ônibus ligam áreas rurais a urbanas e muitas vezes são a única alternativa de locomoção dos moradores. “O objetivo é rever por completo o transporte rural, e novas ações poderão ser tomadas; a nossa intenção é melhorar a mobilidade em todo o DF”, explicou o diretor-técnico do DFTrans, Adônis Ribeiro Gonçalves.

A operação em conjunto veio suprir uma demanda da população local. O serviço é prestado por permissionários — pessoas físicas proprietárias dos veículos —, admitindo-se a cooperativa como forma de organização dos transportadores autônomos para fins operacionais.

Linhas rurais a partir de hoje (20 de maio)
• 190.2: Jardim II (Divisa DF — MG) / Paranoá
• 612.1: Planaltina — Col. Agrícola São José (via Núcleo Rural Alto do Santos Dumont)
• 610.2: Planaltina — Núcleo Rural Rio Preto


20 de maio de 2015 – 08:06 / Aatualizado Agência Brasilia em 20 de maio de 2015, às 11h59

Leia também...