Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/07/15 às 17h20 - Atualizado em 7/11/18 às 16h43

Rodoviários suspendem greve e ônibus da TCB voltam a circular

COMPARTILHAR

Serviço será normalizado a partir das 14 horas, com a volta de toda a frota às ruas

Os rodoviários da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) decidiram, nessa manhã, por fim à greve iniciada em 13 de julho e retomar as atividades a partir das 14 horas. O acordo para acabar com a paralisação e colocar os ônibus de volta às ruas foi feito entre o presidente da empresa, Jean Marcel Fernandes, e o Sindicato dos Rodoviários. São 103 motoristas, 92 cobradores e 46 funcionários de manutenção.

Os rodoviários pediam um aumento de 20% nos salários — o que não é possível no momento, já que o governo atingiu o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal com gastos de pessoal (46,55%). A categoria demandava ainda reajuste de 50% no tíquete-alimentação, extensão do plano de saúde aos familiares e reconhecimento do direito de herdeiros — para que estes recebam benefícios caso o empregado tenha pedido demissão voluntária e morra antes de se desligar da TCB.

 

A frota da empresa tem 33 ônibus, distribuídos em 14 linhas que atendem cerca de 18 mil passageiros por dia. Entre os itinerários, estão os que passam pelas áreas rurais de Planaltina e do Paranoá, além do percurso entre o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek e os Setores Hoteleiros Norte e Sul, e entre o Sudoeste e a Esplanada dos Ministérios.


Da Agência Brasília, com informações da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB)20 de julho de 2015 – 13:33

Leia mais:

Rodoviários da TCB estão em greve

TCB entra na Justiça para garantir atendimento mínimo durante a greve dos rodoviários