Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/10/20 às 19h14 - Atualizado em 16/10/20 às 19h26

Ônibus de Brazlândia para o Plano mudarão percurso durante a inversão da BR-070

COMPARTILHAR

Operação começa na terça (20) em razão da obra do túnel no centro de Taguatinga

 

A partir da próxima terça-feira (20), alguns ônibus de linhas entre Brazlândia e o Plano Piloto terão que alterar o percurso das viagens, devido à nova operação de inversão da BR 070. A rodovia terá inversão dos dois sentidos das pistas entre o Km zero (viaduto do Pistão Norte) até o quilômetro seis, nas proximidades do acesso ao Setor M Norte de Taguatinga. A inversão ocorrerá nos horários de pico, das 06h às 09h e 17h30 às 19h45.

 

Como alternativa ao trecho de pistas invertidas, apenas durante os horários da operação, os ônibus das linhas de Brazlândia que circulam pela rodovia 070, com destino ao Plano Piloto, irão passar pela Avenida Hélio Prates e pela via central do Setor M Norte, retornando à BR 070.

 

Os usuários precisam ficar atentos, pois a alteração de percurso será no sentido contrário ao fluxo de trânsito. Pela manhã, quando a BR-070 terá o trânsito liberado no sentido Brazlândia/Plano Piloto, os ônibus que farão o desvio serão no sentido contrário, com viagens do Plano para Brazlândia. À tarde, quando a BR-070 estará liberada na volta para casa, somente os ônibus com destino ao Plano Piloto é que farão o desvio na Hélio Prates e M Norte.

 

Grande parte das linhas de Brazlândia não serão afetadas. A medida vai alterar o itinerário somente de 4 linhas de ônibus que fazem viagens no período de inversão do trânsito na rodovia. São elas:

 

– 0.404 – Brazlândia (DF 180) – Rodoviária do Plano Piloto (EPTG-Eixo)

– 0.412 – W3 Norte/Sul (EPTG) – Brazlândia (DF 180)

– 0.413 – Brazlândia – W3 Sul (EPTG-SIG)

– 411.1 – Braslândia / EPTG / Eixo Monumental / W3 Norte / TAN

 

O objetivo da operação é desafogar o trânsito das vias do centro de Taguatinga, impactado pela construção do túnel de 1.010 metros de extensão, que teve seu início no segundo semestre de 2020 e está previsto para ser entregue em 2022.