Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/12/19 às 15h53 - Atualizado em 13/12/19 às 15h53

Ônibus com portas dos dois lados começam a operar em 1º de janeiro

COMPARTILHAR

 

A virada do ano começará com uma boa notícia para os usuários do Sistema de Transporte Público Coletivo do DF (STPC). A partir do dia 1º de janeiro de 2020, ônibus com portas dos dois lados passam a operar na Estrada Parque Taguatinga (EPTG) e ocuparão o corredor exclusivo, nos dois sentidos, em tempo integral. A medida atende uma demanda antiga da população e colocará em funcionamento as paradas implantadas na EPTG que nunca foram utilizadas em sua totalidade.

 

Ao todo, 160 ônibus com portas dos dois lados vão circular no corredor exclusivo da EPTG. As empresas que farão a operação com os novos coletivos são: Urbi com 46 ônibus, Marechal com 39 e São José com 75 veículos. Além disso, 47 linhas passarão pela via, sendo 24 com destino à Rodoviária do Plano Piloto, 17 para a W3 Sul e 6 farão o trajeto para a W3 Norte. No local, também circularão 11 linhas semiexpressas com veículos com porta apenas do lado direito, uma vez que estes ônibus não desembarcam passageiros ao longo da via.

 

De acordo com o Secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro, em fevereiro deste ano, foi determinado às concessionárias que operam no DF, a compra dos ônibus com portas dos dois lados para que as faixas exclusivas da EPTG funcionassem por completo. “Nós demos o prazo de um ano e conseguimos fazer com que a operação começasse em 1º de janeiro”, explica. O chefe da pasta também ressalta que, com a medida, “o passageiro ganha redução no tempo de viagem e o veículo de passeio não terá o ônibus conflitando nas vias marginais”.

 

Fim da faixa reversa

 

Com a chegada dos ônibus adequados para o local, a faixa exclusiva reversa acabará. Desde março deste ano, os coletivos utilizavam a faixa exclusiva no sentido invertido nos horários de pico dos dias úteis, no período de 6h às 9h (sentido Taguatinga-Plano Piloto) e das 17h30 às19h45 (sentido Plano Piloto-Taguatinga).

 

A inversão das faixas foi uma medida emergencial visando a melhoria da vida dos usuários que pegam ônibus na região. Com a inversão, houve uma redução significativa no tempo de viagem dos passageiros, de cerca de 30 minutos.

 

Atualmente, cerca de 65 mil passageiros circulam pela EPTG em linhas com destino à Rodoviária do Plano Piloto e W3 Sul e Norte. Desse montante, aproximadamente 56 mil usuários, o equivalente a 86,4% da demanda, serão beneficiados com as linhas que vão operar com portas dos dois lados. Já as linhas semiexpressas transportam cerca de 9 mil passageiros, o equivalente a 13,6%.

 

Renovação da frota

 

A aquisição dos novos coletivos começou este ano. A entrega dos veículos com portas dos dois lados faz parte da renovação da frota prevista na licitação realizada em 2011 pela Semob e não acarreta custos para o Governo.

 

Mais de 250 novos ônibus foram entregues a população em 2019 e, a previsão, é que até o fim do ano, outros 470 ônibus sejam renovados, totalizando 728 novos coletivos. Em 2020, a renovação deverá somar 2.412 veículos, devendo atingir 100% da frota até o final do governo em 2022.