Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/09/15 às 13h02 - Atualizado em 7/11/18 às 16h44

Mudança de linhas de ônibus em São Sebastião reforça o atendimento aos passageiros

COMPARTILHAR

A partir deste sábado (12), O DFTrans vai fazer a substituição de itinerários, ampliação de trajetos circulares e o aumento no número de viagens em São Sebastião. Também será criada uma linha, que funcionará no sistema de integração, com maior oferta ao passageiro.

 

A linha 181.3, entre São Sebastião e o Lago Sul, será substituída pela 181.2 — que atende a mesma região — e pela 181.4, que vai para o aeroporto. O percurso da 181.4 ainda terá ampliação de horários, com seis viagens extras, em um total de 40 deslocamentos por dia.

A linha 183.2, que faz o trajeto São Sebastião, Vila do Boa e condomínios da região da Escola Fazendária (Esaf), passará a ser circular, com percurso de ida e volta. Já a 183.6 contará com mais uma parada, no Morro da Cruz. A linha manterá o itinerário que passa pela região de São Francisco, pelos Jardins Mangueiral, pelos condomínios da região da Esaf e pelo supermercado Big Box.

As viagens da linha 183.7 — que passa pelo Bairro João Cândido e pelos Condomínios Itaipu e Estrada — serão aumentadas para nove (antes, eram seis), diminuindo o tempo de espera da população. No percurso entre os Jardins Mangueiral e a Rodoviária do Plano Piloto — feito pela linha 180.2 —, a oferta de assentos será dobrada, com a substituição dos micro-ônibus, com capacidade para 30 pessoas, por ônibus convencionais, que comportam até 60 passageiros.

Na região do Residencial do Bosque, será criada uma linha específica, a 183.0, que fará viagens a cada quatro minutos até o Terminal de São Sebastião. No local, o usuário poderá fazer a integração, sem o pagamento de nova tarifa, para os seguintes destinos: Cruzeiro, Guará I, Guará II, Jardins Mangueiral, Lago Norte, Lago Sul, Núcleo Bandeirante, Octogonal, Plano Piloto (Esplanada, L2 Norte, L2 Sul, Rodoviária, UnB, W3 Norte e W3 Sul), Ponte Honestino Guimarães, Ponte JK, Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte (Saan), Setor de Clubes Norte, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Sudoeste, Vila Planalto e Zoológico.

No sistema integrado, o modelo de operação será o troco-alimentador, mais moderno e eficiente, já que reduz custos e não acarreta aumento de tarifa para o usuário. Os cobradores da empresa Pioneira, que opera nessas regiões, vão comercializar cartões recarregáveis de R$ 15 dentro dos próprios ônibus, com o intuito de facilitar a aquisição.

Tarifa única
Para os serviços que dependem de integração, é necessário que o usuário tenha o Cartão Vale-Transporte, o Cartão Cidadão ou o Bilhete Único. Dessa forma, o passageiro paga apenas uma tarifa e pode fazer até dois novos embarques no intervalo de duas horas.
Os estudantes que precisem cadastrar mais viagens além das quatro já liberadas devem ir a um dos postos de Sistema de Bilhetagem Automática, como o do Terminal de São Sebastião e o da Rodoviária do Plano Piloto.

Os novos horários e itinerários estarão disponíveis a partir da segunda-feira (14), no site do DFTrans.

Agência Brasília / ASCOM SEMOB