Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/02/19 às 9h02 - Atualizado em 5/02/19 às 10h38

GDF leva serviços públicos às estações do metrô

Intenção é descentralizar órgãos públicos, facilitando ao cidadão o acesso ao Estado

 

AGÊNCIA BRASÍLIA

 

Os serviços públicos do Governo do Distrito Federal estarão mais próximos do cidadão. Em uma parceria entre o Metrô-DF e o GDF, diversos órgãos do governo vão ocupar salas nas estações para fazer o atendimento, entre elas a de Juventude e da Mulher. Os secretários Léo Bijos e Ericka Filippelli, respectivamente, visitaram alguns espaços nesta quarta-feira (30) acompanhados do vice-governador do DF, Paco Britto.

 

“A pedido do governador Ibaneis Rocha, estamos fazendo uma série de visitas às estações do metrô para avaliar os espaços e a possibilidade de eles abrigarem algumas secretarias que tenham o atendimento ao cidadão como principal atividade”, afirmou o vice-governador.

 

Para o presidente do Metrô-DF, Handerson Ribeiro, a vantagem da iniciativa é de facilitar para as pessoas o acesso ao poder público. “O metrô é o transporte mais democrático que existe. Cerca de 175 mil pessoas passam por aqui diariamente, de todas as classes. O cidadão irá, assim, perceber a presença do Estado e ter acesso mais facilmente ao aparelho público”.

 

A previsão é que outras secretarias também ocupem espaços nas estações, como a Secretaria de Atendimento ao Cidadão e a Administração do Plano Piloto.

 

Segundo a secretária da Mulher, Ericka Filippelli, no local serão oferecidos, além do acolhimento, atendimento psicossocial e jurídicos. “Vamos abrir espaço  para os Serviços Integrados da Casa da Mulher, que são nossos órgãos parceiros: Defensoria Pública; Ministério Público e Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT)”, frisa a secretária.

 

Facilidade de deslocamento

Éricka evidencia que a iniciativa é de grande relevância porque, muitas vezes, as mulheres não têm como se descolocar até aos órgãos públicos. “É uma facilidade de deslocamento e de acesso às nossas atividades”, afirma.

 

O secretário de Juventude, Léo Bijos, foi conhecer um dos espaços, na estação 110 Sul, e disse que é fundamental usar as galerias do metrô para ser um ponto de atendimento para os jovens. “Nossa ideia é transformar esse atendimento em um grande Coworking, onde o jovem possa conviver e se desenvolver, ser um Centro de Interação e Formação de Cidadania”.

 

Alguns órgãos já realizam atendimentos nas estações do metrô, a exemplo do DF Trans, na área externa da Estação Galeria; Secretarias de Desenvolvimento Social, na 102 Sul (eixo W); Farmácia de Alto Custo da Secretaria de Saúde (Eixos L Norte e L Sul – 102 Sul); Secretaria de Justiça (Eixo W – 114 Sul) ; Núcleo de Atendimento Órteses e Próteses da Secretaria de Saúde – Eixo L Sul – 114 Sul); Secretaria de Fazenda (Eixos L Norte e L Sul – 108 Sul); Coordenação do Idoso (Eixos W, L Norte e L Sul – 112 Sul).