Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/04/13 às 19h20 - Atualizado em 12/04/13 às 19h20

Carga embarcada chega aos alunos da Vila Planalto, Cruzeiro e Plano Piloto

COMPARTILHAR

A partir desta segunda-feira (15), os alunos das regiões da Vila Planalto, Cruzeiro e do Plano Piloto  que usufruem do Passe Livre Estudantil (PLE) e estudam na rede pública de ensino  já poderão fazer a alteração cadastral para ter benefício à carga embarcada. O novo sistema, operacionalizado pela Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), beneficiará 180 mil estudantes do DF. Com a medida, basta o aluno passar o seu cartão no validador instalado nos ônibus.

Para fazer a alteração nos cartões do PLE, os alunos destas três regiões deverão ir aos postos de atendimento do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA/DFTrans) do Conic ou do Setor Comercial Sul. A autarquia também colocará à disposição dos estudantes o DFTrans Móvel, que ficará até a próxima sexta-feira (19), das 8h às 17h, na Creche Pioneira da Vila Planalto, que fica na Área Educacional. Até outubro, de forma gradativa, todos os alunos da rede oficial de ensino terão acesso à nova modalidade. Para aqueles que estudam na rede privada, o prazo para alterar o cartão deverá ir além de outubro.

Com a carga embarcada, o estudante não precisará mais se deslocar até os postos do SBA/DFTrans para renovar a matrícula e receber carga no cartão. O processo será automatizado e as informações serão enviadas eletronicamente à DFTrans pela instituição de ensino onde o aluno estuda.

Os alunos das escolas públicas de Planaltina, Sobradinho, Brazlândia já contam com a carga embarcada. Ao todo, 148 escolas da rede pública já foram contempladas com o novo sistema, o que corresponde a mais de 30 mil alunos. Somente na UnB, já são 7 mil cadastrados.

Como receber o benefício?

O estudante que já possui o cartão do Passe Livre Estudantil deverá ir a algum posto do SBA uma única vez para trocar a gravação de seu cartão de Recarga para Carga Embarcada. Feito isso, será fornecido direito de viagem ao estudante para que ele frequente a escola regularmente, basta passar o cartão nos validadores instalados nos ônibus. O aluno só precisará retornar aos postos em caso de mudança de endereço ou de troca ou inclusão de novas linhas.

O aluno que não possui o cartão deverá comparecer a algum posto do SBA com o original e cópia do CPF – no caso de menores de idade cópia da identidade e CPF da mãe ou do responsável legal, original e cópia da carteira de identidade ou certidão de nascimento, declaração escolar (validade de 30 dias), cópia do comprovante de residência e termo de compromisso legal preenchido (disponível nos postos). Em até dez dias receberá o cartão já válido para carga embarcada.

Projeto Piloto

Estudantes da área rural já utilizam a carga embarca desde janeiro de 2012. São 47 escolas e 7 mil alunos beneficiados. Na área urbana, o sistema existe desde junho de 2012 para 1,5 mil alunos de 4 escolas (Centro de Ensino Médio 03, de Ceilândia Sul; Centros de Ensino Médio 01 e 02, do Cruzeiro Velho e Novo, respectivamente; Centro de Ensino Médio Stella dos Querubins, em Planaltina).