Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
26/04/22 às 9h27 - Atualizado em 26/04/22 às 9h35

Nova Saída Norte terá duas pontes sobre o Lago Paranoá

Conheça o projeto e participe da consulta e audiência pública com manifestações até 13 de maio

 

Um complexo rodoviário formado por 16 quilômetros de pistas e 23 viadutos, passando por duas pontes sobre o Lago Paranoá. Esta é a proposta da nova Saída Norte do Distrito Federal, que deverá ligar o Plano Piloto à BR-020, próximo a Sobradinho.

 

A obra está prevista no Plano Diretor de Transporte Urbano e Mobilidade (PDTU/DF), e foi recomendada para reduzir o trânsito na via que passa pela Ponte do Bragueto, além de servir como alternativa de acesso ao Plano Piloto para as regiões do Itapoã e Paranoá. O projeto está em debate com a população e pode ser acessado no site da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob).

 

Além das pistas e viadutos, a nova saída irá contar com a estrutura para a implantação de transporte coletivo no sistema de BRT. A previsão é de uma faixa exclusiva de BRT no sentido de ida e de volta, ao lado do canteiro central, incluindo terminais e passarelas. Cada sentido da via contará com mais três faixas de tráfego. Ao longo de toda a via, haverá faixas exclusivas para ciclistas e calçadas para uso dos pedestres.

 

O ponto inicial da nova via será na Asa Norte, logo após o campus da UNB. Ali serão feitas as obras de interseção com a L4 Norte, oferecendo opções de entrada e saída na ponte que servirá de travessia do Lago Paranoá para a península norte. Será uma ponte estaiada, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com aproximadamente 1.200 metros de extensão.

 

Após a ponte, a via vai atravessar a península norte. Nesse trecho, a obra contará com dois túneis e as vias de interseção com a Estrada Parque Península Norte (EPPN). As passagens subterrâneas, antes e depois da EPPN, servirão para reduzir o impacto sonoro do trânsito naquela região.

 

 

Já a travessia da península para o setor de mansões do Lago Norte será por meio de outra ponte, de tamanho menor. No trecho final, a obra seguirá com uma via que passa pelo Taquari, fazendo interseções com a DF-005 e DF-001, indo até a interseção com a BR-020.

 

A nova saída vai beneficiar toda a região norte do Distrito Federal, que conta com população de quase meio milhão de habitantes. A via deverá absorver parte do trânsito do Trevo de Saída Norte e Ligação Torto-Colorado, por onde passam cerca de 120 mil veículos por dia. Com prioridade para o transporte público, a obra irá reduzir o volume de tráfego e o tempo de deslocamento, trazendo benefícios para o meio ambiente com a diminuição da poluição causada pela emissão de gás carbônico.

 

Investimento de R$3,8 bilhões

 

A nova Saída Norte será construída pelo GDF por meio de Parceria Público-Privada (PPP), na modalidade concessão administrativa. O investimento previsto é da ordem de R$ 3,8 bilhões e o contrato da PPP será por 25 anos. A empresa vencedora da concorrência deverá construir o complexo em aproximadamente 4 anos, devendo fazer a conservação e a manutenção de todo o complexo rodoviário durante o restante do prazo contratual.

 

População pode participar

 

Os estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica, e as respectivas minutas de edital e contrato, que subsidiarão a futura licitação da PPP, estão disponíveis no site da Secretaria de Transporte e Mobilidade. Qualquer pessoa ou empresa pode participar dos debates sobre o projeto da Nova Saída Norte, por meio de manifestações durante a consulta e a audiência pública que estão sendo realizadas pela Semob. O prazo para manifestações por escrito foi aberto em 11 de abril e as contribuições podem ser enviadas até 13 de maio para o endereço eletrônico consultansn@semob.df.gov.br.

 

A Semob realizará uma audiência pública presencial para apresentar o projeto e debater com a população. O encontro será a partir das 10 horas do dia 29 de abril, no auditório do DER/DF. Durante a audiência, os interessados também poderão participar por meio de mensagens de WhatsApp, em número que será divulgado pela Secretaria. A audiência será transmitida ao vivo pelo canal da Semob no Youtube e a gravação ficará disponível para consultas.

 

Governo do Distrito Federal