Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/10/14 às 3h00 - Atualizado em 27/10/14 às 3h00

Termina gratuidade dos ônibus de Santa Maria e Gama

COMPARTILHAR

As linhas alimentadoras, de Santa Maria e Gama, começam a ser cobradas a partir do dia 1º de novembro. A tarifa será de R$ 2,00 (dois reais). “O início da cobrança será gradativo. Primeiramente, iniciaremos pelos ônibus que fazem o trajeto circular nas duas cidades. São os coletivos que levam os usuários até o terminal do Expresso DF/Sul”, explicou o diretor-geral do DFTrans, Jair Tedeschi

O sistema BRT entrou em operação no dia 30 de junho e, nesse período, vários ajustes foram feitos, sendo criadas novas linhas, e outras, reforçadas, como, por exemplo, as da UnB, L2 Sul, W3 Sul e aquelas que ligam o Gama a Taguatinga. “Nesse período de testes, nos reunimos com a população para saber as reais necessidades dos usuários e, diante desses dados, temos procurado, na medida do possível, atender às reivindicações”, falou o diretor.

Tedeschi explica ainda que, diariamente, reúne-se com os técnicos do DFTrans, representantes das duas cidades e da empresa Pioneira para ajustar o sistema. “É um trabalho intenso para pôr todo o sistema em plena operação”, disse

O funcionamento do sistema começa a partir das cinco horas da manhã e vai até a 0h30. Diariamente, o Expresso DF/Sul transporta cerca de 100 mil pessoas. Anteriormente, quando um usuário precisava sair ou voltar para uma dessas duas cidades, gastava uma média de 1h30 até o Plano Piloto. Os ônibus estavam sucateados, quebravam constantemente, conturbando ainda mais o tráfego intenso. Agora as viagens são feitas em corredor exclusivo, diminuindo o tempo de percurso para, no máximo, 40 minutos. Mais confortáveis, todos os veículos contam ainda com ar condicionado.

A cobrança de tarifa no sistema por completo deverá ser concluída em dezembro. Está faltando apenas alguns detalhes de obras estruturais dos terminais. “A data para início da tarifação das linhas troncais – que são as que ligam o Gama e Santa Maria ao Plano Piloto – ainda está em estudo”, finaliza Tedeschi.

Integração

Todo o transporte público do Distrito Federal já está em funcionamento integrado. Basta ter em mãos um cartão cidadão e, em até duas horas, no mesmo sentido, o usuário paga somente o valor da tarifa cheia. Isso vale também para ônibus e metrô. Por exemplo, se um usuário de Santa Maria quer ir para Sobradinho, basta pegar uma alimentadora que o leve até o Expresso DF Sul e, de lá, até a rodoviária do Plano Piloto, onde em seguida embarca para Sobradinho. Por todo esse trajeto será cobrado, no máximo, o valor da tarifa cheia, que é de R$ 3,00 (três reais), descontados em seu cartão cidadão.

Lembrando que estudantes, idosos acima de 65 anos e pessoas com necessidades especiais não pagam passagem. Basta irem a um posto de SBA para se cadastrar e pegar o seu cartão especial.

 

Serviço:

Linhas que começam a ser tarifadas a partir do dia 1º de novembro:

Gama: A200, A201, A202, A203, A204, A205, A206

Santa Maria: A250, A251, A252, A253, A254, A255