Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/11/19 às 13h54 - Atualizado em 4/11/19 às 13h54

Semob transfere processamento do Sistema de Bilhetagem para o BRB

COMPARTILHAR
ASCOM/SEMOB

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) concluiu a transferência do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) do Distrito Federal para o Banco de Brasília (BRB) nesta segunda-feira (4). A partir de agora, o BRB fará o processamento do Sistema, ficando responsável pelo cadastramento dos usuários, pela emissão de cartões, do controle de carga, da recarga e uso dos créditos e acessos.

 

A Secretaria de Mobilidade continua a atuar como gestora do SBA. “O que está sendo transferido para o BRB é o atendimento ao usuário. Como representante do Poder Concedente, cabe à Semob fazer todo o acompanhamento do serviço prestado pelas operadoras, devendo normatizar, auditar e fiscalizar o planejamento e a operação do sistema de transporte do Distrito Federal”, explicou o secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casemiro.

 

Com a migração da bilhetagem para o BRB, o usuário passa a ter uma rede ampliada de postos de recarga, um novo aplicativo, o BRB Mobilidade (disponível nas lojas IOS e Android) para consulta de saldos e extratos, além de uma central exclusiva de atendimento telefônico (61 – 3120-9500) para dúvidas, sugestões e reclamações.

 

A partir desta quarta-feira (6), também será possível fazer a recarga, por meio de boleto, pelo aplicativo e verificar os itinerários e os horários de todas as linhas de ônibus.

 

Os usuários do SBA contarão com 73 postos de atendimento para a realização dos serviços de cadastro e recarga dos cartões. Neste primeiro momento, não haverá qualquer mudança no processo de cadastramento e os usuários não precisam realizar nenhum tipo de procedimento para continuar usando seus cartões.

 

A lista completa dos postos de atendimento onde a recarga pode ser realizada está disponível no site Bilhete Único: bilheteunicodebrasilia.df.gov.br/ e no endereço: campanhas.brb.com.br/mobilidade.

 

Para o início de 2020, está prevista a possibilidade do usuário fazer novo cadastramento pelo aplicativo, sem a necessidade de deslocamento físico até um dos postos de atendimento.