Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/10/20 às 11h56 - Atualizado em 2/10/20 às 11h56

Nova interdição de via expressa da Epia no sentido Colorado/Torto

COMPARTILHAR

 

 

 

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) vai interditar a partir de amanhã (2) o fluxo de veículos na via expressa da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia/DF-003), no trecho entre o Colorado e o Torto. O bloqueio será realizado a partir de 20h, tão logo seja encerrada a operação de reversão na subida do Colorado, que é feita entre 17h e 19h45.

 

A previsão é de que o bloqueio dure dez dias, com a liberação da via a partir das 23h59 do domingo (11). Durante a interdição, os motoristas que dirigem no sentido Sobradinho/Brasília trafegarão pela pista nova (terceira pista) na descida do Colorado, que foi liberada há um ano.

 

120 toneladas e 45 metros de comprimento tem cada viga

Em razão da obstrução do trecho, a operação de reversão será feita no horário normal, das 17h às 19h45 em dias úteis. Entretanto, os motoristas só poderão entrar na pista reversa a partir do acesso à ponte do Córrego do Bananal.

 

O trecho será obstruído para a instalação de dez vigas de concreto no viaduto em construção no Torto. Cada peça mede 45 metros de comprimento e tem peso aproximado de 120 toneladas.

 

Cautela no trânsito

 

Devido à necessidade de movimentação das carretas que transportam as vigas, o DER/DF será obrigado a interromper, esporadicamente, o trânsito também no sentido Brasília/Sobradinho. Neste caso o fluxo de veículos seguirá no sistema “pare e siga”, organizado por agentes de trânsito do órgão.

 

Trata-se de transtorno necessário, como defende o superintendente de Obras do DER/DF, Cristiano Cavalcante. “Sabemos que intervenções como estas geram transtorno, mas é necessário para que a operação seja realizada com segurança para todos e possamos, enfim, entregar essa obra, que concluirá a ligação Torto-Colorado para os moradores da parte norte do DF”, justificou.

 

Confira abaixo como será a operação e, na sequência, as rotas alternativas:

 

 

 

 

O ensaio

 

Entre os dias 21 e 23 de setembro o DER/DF já havia interditado o trecho em razão da preparação para o serviço de levantamento das vigas.

 

Inicialmente o ensaio estava programado para durar seis dias, com a liberação do trecho programada para o último dia 28. Porém, devido ao impacto gerado no trânsito da região, o órgão solicitou agilidade à empresa executora das obras e o cronograma foi acelerado, com operários trabalhando também durante a noite. O esforço possibilitou que todo o ensaio fosse feito em 48 horas.

 

A obra

 

O viaduto do Torto é a última arte especial que falta para a conclusão total da Ligação Torto-Colorado (LTC). Esse elevado já tem 75% de execução.

 

Nessa obra também já foram executadas as etapas de fundação, de construção dos pilares e das vigas de apoio para as chamadas vigas longarinas, que é o apoio da laje.

 

Após as vigas serem içadas, a obra entrará na fase de instalação delas para que, na sequência, possa ser implantada a laje, depois o encabeçamento do viaduto, a pavimentação asfáltica, a instalação de guarda-corpos e, por fim, as sinalizações horizontal e vertical. A obra envolve a força de trabalho de cerca de 80 servidores.

Histórico da Ligação Torto-Colorado

 

Iniciada em 2014, a obra conta com até 100 operários e tem investimento total estimado em R$ 90 milhões. O DER/DF já finalizou as etapas de terraplenagem, drenagem, pavimentação, colocação de meios-fios e sarjeta, além da finalização de aproximadamente 5,2 quilômetros de ciclovias. Foi executada ainda a construção de uma ponte e de dez viadutos.

 

A conclusão das obras no Complexo Viário Joaquim Domingos Roriz, que compreende as obras da Ligação Torto-Colorado e do Trevo de Triagem Norte (TTN), aliviará o trânsito de toda a saída norte do DF.